terça-feira, 13 de outubro de 2009

O ceu,liberdade e sonhar


Um sentir de contrastes irreflectidos
Sentir o frio da noite
E deixar me abraçar pelo teu calor
Entrego-me ao medo de não te perceber
E acolho ainda assim cada uma das tuas palavras
Pois sei que sou o único que percebe a tua língua
De conseguir me sentir assim 
A viver descontroladamente num amor aceso
Pelo desassossego de estares tão longe
Para que possa afogar as mãos num abraço
Mas agora resta me apenas isto
Abrir o olhar para o teu vácuo
De tentar romper por entre o teu florir
E para la sacudir todas as poeiras que trago
De mais um noite cheia de vazias alegrias
Todas tão inócuas sem ti
Como os momentos de silencio e espera
Não me sinto capaz de ser forte
Para soltar todos suspiros que deixei 
...presos no céu da boca
E deixar sair do abismo do peito 
Num doce cantar a lua tão viva sobre nós
E nesse momento único...deixar me arrebatar
Sem mordaça...num sonho
Sentido no peito.Imaginado no céu e visto no olhar 
Pode não ser Real 
E eu sou o que afinal?

E afinal hoje é um dia

Menos igual aos outros 

Foto : olhares.aeiou.pt/Alba


7 comentários:

  1. Abraçar o vazio... quantas mais pessoas o farão?
    ...
    *****

    ResponderEliminar
  2. Salve !
    Em busca de patrocínio para o meu projeto de pesquisa, estou

    aqui para convidá-lo a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI

    DIZER... em:
    http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através

    do exercício da leitura, da reflexão, pois o maior bem que

    podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa

    educação. Isso faz com que a criança acredite na própria

    capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com

    as dificuldades da vida. Com amor, toda criança será confiante e

    segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e

    será afinada com o próprio eixo. E se transformará num adulto

    bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado

    nela a dimensão da importância que ela tem.
    VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO, NA LUTA POR UM

    MUNDO MELHOR !
    Divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e

    multiplicidades culturais é a minha verdadeira intenção, afinal

    ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade ?

    Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos de idade quando li

    Ariano Suassuna em "O Auto da Compadecida" - Chicó foi o

    meu primeiro amor.Penso que falta ao povo brasileiro é esse

    sentimento de pertencimento, de vontade de preservar o seu

    espaço lutando por um mundo cada vez melhor. Vemos tantas

    coisas na TV, escândalos de dinheiro em cueca, em bolsas, em

    malas e até na meia. Se essa raça de políticos amassem o Brasil

    e seu povo, isso não aconteceria. Com certeza que não. Porque

    eles só estão pensando neles próprios, dane-se quem vem atrás

    : farinha pouca, meu pirão primeiro, é o pensamento de quem

    não tem esse sentimento de pertencimento por uma nação tão

    linda, tão especial. Sim, porque o Brasi ainda é o melhor lugar

    para se morar. Por isso faço questão de divulgar a nossa cultura,

    o nosso povo, quem sabe um dia a ficha cai...Pode até ser uma

    ideologia, mas acredito que o melhor caminho seja a educação,

    o conhecimento.
    Meu marido reclama, vive dizendo que estou perdendo o meu tempo, diz que tenho de me ocupar com outras coisas, que fico perturbando os outros com minhas idéias malucas..., mas essas histórias são a minha vida e não posso deixar que isso se perca.
    Se achar a minha proposta coerente, siga-me nessa luta por um

    mundo melhor ajudando-me a divulgar o meu trabalho de

    pesquisa.
    Eu moro dentro de um pedacinho da mata Atlãntica e o sinal de

    internet 3G é muito dificultoso, nem sempre posso estar online. Além do mais, com toda essa

    chuva que tem caído ultimamente, tenho mantido o meu

    computador desligado por conta dos raios, já queimei uma

    televisão por causa disso, aqui não tem pára-raios ( agora vê,

    acostumada com cidade grande, achei que no mato poderia

    existir um pára-raio - só eu mesma). Espero que compreenda as

    diversas limitações de quem escolheu viver no mato. Na medida

    do possível vou colocando as histórias e atualizando FOI DESSE

    JEITO QUE EU OUVI DIZER...
    Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons

    ventos soprem sempre a seu favor.
    Saudações Florestais !
    Silvana Nunes.'.
    Não esqueça de acessar e deixar o seu comentário e repassar

    essa idéia em:
    http://www.silnunesprof.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Que este ano seja de muitas realizações encantos e 2010 lápis de cor para ajudar a colorir cada um dos 365 dias que se aproxima.
    2010 vem ai e teremos
    2010 coisas para pensar
    2010 atos para realizar.
    Beijos de mel
    ursinha

    ResponderEliminar
  4. olá Edu

    Antes de mais, obrigada pela tua visita e pelos teus comentários!

    Aparece sempre que quiseres...


    Em 2º lugar, parabéns pela tua escrita intensa!


    Beijo meu

    ResponderEliminar
  5. Já li e voltei a ler...
    ADOREI
    beijos

    ResponderEliminar
  6. Oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar bom fim de semana

    bjss

    aguardo sua visita :)

    ResponderEliminar
  7. Meu amigo,

    Que saudades tuas...das nossas conversas,dos nossoa"sentires",fazes-me falta!
    Bom mesmo foi poder voltar a lêr-te...todo esse sentimento contido em ti,nas mais magicas palavras,como sempre foi.
    Ainda bem que voltaste.

    Bjinho cheio de luar

    ResponderEliminar